Onde Tudo é Nada... E o Nada é Tudo
Sábado, 23 de Fevereiro de 2008
Amigos e amigos

Já há algum tempo que ando a pensar em escrever sobre este tema, mas sempre tenho adiado pelo facto de não querer esquecer ninguém , mas certamente que sempre ficará alguém por referir, assim sendo peço desde logo as minhas mais sinceras desculpar se o fizer.

Só quando estão longe é que nos apercebemos da falta que fazem os Amigos. Sim, com A grande porque há Amigos e amigos. Existem os amigos por causa do convívio, saídas nocturnas, enfim por tudo. E depois existem aqueles Amigos que são sempre os de quem mais nos lembramos como: o Paulo Jorge, o Carlos Marques, o Sr. Óscar (que Deus o tenha em bom lugar), o Marques, a Paula, a Manuela, o Jorge, a Joana, o Sr. Chambino , o Carlos Telmo, a Vanda, a Mónica , estes no trabalho.  O Carlos, a Lúcia , o Francisco, o Tio António, o João, a Lena, o Miranda, a Lucia,  o Tó, a Isabel, na família . Pessoas a quem por uma razão ou outra, num momento ou outro da nossa vida foram e são importantes , e ainda continuam a sê-lo. Alguns já não os vejo há algum tempo (estão afastados fisicamente) mas estão sempre na minha lembrança. Assim gostaria de lhes agradecer publicamente o facto de terem sido e ainda serem meus Amigos, terem tido muita paciência para me aturar, terem-me ajudado nas horas boas e nas horas más. Aqui fica o meu agradecimento a Todos.

Obrigado.

 


sinto-me:

publicado por casadegentedoida às 23:25
link do post | comentar | favorito
|

1 comentário:
De Zorze a 24 de Fevereiro de 2008 às 20:12
Caro Amigo, não tem nada que agradecer.
Os Amigos - os tais com A grande - não tem que agradecer, pedir por favor ou dizer obrigado. É quando que já não é preciso dizer essas coisas constatamos que estamos na presença de um verdadeiro Amigo.
Às vezes quando conhecemos alguém sentimos certas quimicas (eu diria energia) e temos a ilusão que já a conhecemos à muito tempo. Nunca devemos desvalorizar estas primeiras sensações. Porque são as verdadeiras e não as modificadas pelas nossas mentes labirintícas. Quem sabe se já não os conhecemos noutras vidas em outras situações.

Um Abraço,
Zorze


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Dezembro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


Contador
conter12
posts recentes

Feliz Ano Novo de 2017!!!

Mudança!

Deus repara coisas...

Uma gargalhada...

Porque é que depressão ma...

Dia da Mãe e Dia do Traba...

Motivação

Ano Novo!

Férias? Sim.

Um Dia Especial

links
arquivos

Dezembro 2016

Novembro 2016

Agosto 2016

Maio 2016

Abril 2016

Janeiro 2016

Julho 2015

Maio 2015

Março 2015

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Julho 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Setembro 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Junho 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

tags

todas as tags

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds