Onde Tudo é Nada... E o Nada é Tudo
Domingo, 9 de Março de 2008
Um dia depois de Ontem

Ontem foi o Dia Internacional da Mulher. Nada escrevi porque pareceu-me não ser

necessário, haviam milhares de post sobre o assunto, eu não passaria de mais um.

 Assim resolvi deixar passar esse dia em branco. Pior, se calhar não o deveria ter feito,

era melhor escrever qualquer coisa. Por que? Ora bem, porque elas ficam logo

chateadas (realmente ficaram), disseram logo que não me lembrei delas e tal, enfim uma

serie de criticas ao longo do dia.

Fui fazendo orelhas moucas, fingindo nada perceber, enfim o dia acabou passando.

Com isso posso dizer que poupei umas massas, senão vejamos:

Jantar fora 1 mulher e 3 filhas: não gastei 75 euros;

flores para 1 mulher e 3 filhas: não gastei 20 euros;

cinema para 1 mulher e 3 filhas: não gastei 30 eusros;

perfumes para 1 mulher e 3 filhas: não gastei 80 euros;

Se fizesse como fazia à alguns anos atrás ainda tinha de acrescentar a comadre Lena,

mas como ela está longe tenho de acrescentar a comadre Cidália. Não é que ela não

mereça, ela merece, mas já viram o tamanho da despesa que eu ia ter num só dia?

E ainda não estou contanto com a minha cunhada, senão o valor aumentava.

Posto isto tenho a dizer o seguinte, sim senhor, que haja um dia Internacional da Mulher

acho muito bem, que sejam feitas comunicações, celebrações, festejos, simpósios, organizações varias, muito bem. Mas não pensem que uma pessoa tem sempre dinheiro

para jogar fora. Antigamente era só o dia do aniversário e o dia da Mãe, mas hoje existem

vários dias para serem comemorados ao longo do ano, haja carteira para tanto.

Os meus amigos que me desculpem esta maneira de pensar mas nesta época em que vivemos (de vacas magras, por assim dizer) temos de selecionar as data mais importantes, não podemos estar a festejar qualquer dia que alguem se lembre.

Sei que fui um pouco critico em relação a data mas neste momento , sinceramente, é a minha opinião e penso que por ai haverá outras pessoas a pensar como eu.

Um abraço do Arq.

 

 

 


sinto-me:

publicado por casadegentedoida às 23:29
link do post | comentar | favorito
|

1 comentário:
De Zorze a 10 de Março de 2008 às 02:14
É pena não trabalharmos no Luxemburgo, porque, um gajo lá a fazer as mesmas funções que nós ganha à volta de € 7.000 por mês. Já dava para muitos dias de mulheres. O mastro é que podia não aguentar. Mas sempre há o Viagra.

Um Grande Abraço,
Zorze


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Dezembro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


Contador
conter12
posts recentes

Feliz Ano Novo de 2017!!!

Mudança!

Deus repara coisas...

Uma gargalhada...

Porque é que depressão ma...

Dia da Mãe e Dia do Traba...

Motivação

Ano Novo!

Férias? Sim.

Um Dia Especial

links
arquivos

Dezembro 2016

Novembro 2016

Agosto 2016

Maio 2016

Abril 2016

Janeiro 2016

Julho 2015

Maio 2015

Março 2015

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Julho 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Setembro 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Junho 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

tags

todas as tags

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds