Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Não Sei...

por casadegentedoida, em 20.02.09

Não sei o que aconteceu, simplesmente aconteceu. Quando dei por mim estava em seus braços, seus seios apertavam-se contra o meio peito, seus lábios colaram-se aos meus, nossos corpos se abraçaram e num frenesim tremendo começamos a girar, a rolar em direcção ao chão. Pousei-a levemente e deitei-me a seu lado, comecei a percorrer seu corpo com minhas mãos, tacteando cada pedaço de pele. Ela estava ofegante, sua respiração estava acelerada, transpirava, seus suspiros eram profundos, ela sentia prazer, prazer nos carinhos recebidos. Nossas bocas se juntaram novamente, nossas línguas se enrolaram numa procura um do outro. De repente ela disse: "Vem, toma-me e possui-me, sou toda tua, meu corpo é todo teu, faz amor comigo como se não houvesse amanha."

Lentamente comecei a despi-la, primeiro a blusa, botão a botão, sua pele clara e límpida apareceu, seu peito arqueava com a respiração ofegante, seus seios entumecidos de prazer apontavam para mim como se me chamassem.

Quanto tempo passei a percorrer com os olhos cheios de lascívia aquele peito com seus seios firmes, duros, seus mamilos erectos pareciam querer saltar para fora do top e cada vez mais perto de mim. Tirei-lhe o top e comecei a beijar seus seios, beijei, beijei, mordi e chupei seus mamilos, ela gemia, gemia de prazer, cada vez me puxava mais para junto dela. Vira-se de repente e coloca-se sobre o meu corpo, quer tirar-me a roupa, pede que me despache, já não aguenta mais, peço-lhe calma, o melhor esta para vir. Deitei-a novamente a meu lado. Agora começo a tirar-lhe as calças, não queriam sair, pareciam coladas ao corpo, suas ancas mexiam-se tentando ajudar. Lentamente foram saindo, seu fio dental surgiu meio escondido por entre a fonte de prazer, seu bumbum  liso e suave como a seda mexia-se num movimento ondulante, ela roçava-se em mim, finalmente saíram e pude vislumbrar uma das imagens mais lindas que se pode ter de uma mulher. Admirei-a durante uns momentos, percorri seu corpo com minhas mãos voluptuosas, ela gemia, queria mais e mais. Ajudou a despir-me, nus acariamo-nos, beijei-lhe a testa, os olhos, o nariz, as faces, os lábios ardentes. Beijei seu queixo, mordisquei seu pescoço, ela gemia cada vez mais, desci pelo peito e cheguei aos seios, mordi, beijei e chupei-os com uma volúpia avassaladora, continuei a descer, sua barriga, seu umbigo e continuo a descer até o ventre, ai saltei para suas coxas, grossas e bem torneadas da ginastica, seus joelhos, beijei seus pés. Disse-me: "Sobe, sobe, não me tortures mais, dá-me tudo."

Subi, subi mais um pouco aproximando-me do objectivo final, seu corpo transpirava, minhas mãos percorriam e acariciam seus seios cada vez mais duros, aproximo-me cada vez mais, já sinto seu cheiro de desejo, lentamente afasto-lhe as pernas, ela coopera, continuo a afastar-lhe as pernas e surge a minha frente a imagem de sua vulva, sua vagina, sua cona, sua rata ou que nome lhe queiram dar.

Esta depilada, vejo seus lábios, parece que me chamam tal é os seus movimentos, toco-lhes e estão molhados, ponho um dedo, ela contorce-se, ponho mais um e ela contorce-se mais, parece que quer engolir minha mão, meus dedos movimentam-se dentro dela cada vez mais depressa. Estamos abraçados, colados, transpirados, ela agarra meu pénis, puxa-o cada vez mais, parece que quer arrancar-mo, começa a executar um movimento para cima e para baixo. Disse-lhe: "Para, não uses as mãos, usa os teus lábios".

Ela acenou com a cabeça a dizer que sim, abaixou-se em direcção ao meu pénis, primeiro beijou-o em toda a sua extensão, passou a língua em todo o comprimento e a volta dele, de repente o engoliu, desapareceu dentro de sua boca, só sentia o calor da sua língua que o percorria. Sua cabeça executava um movimento para frente e para trás, seus lábios apertavam e seus dentes roçavam meu pénis, gemia de prazer, queria mais, e quanto mais gemia mais depressa ela mexia, era incrível como era gulosa.

Disse-me: "Não venhas na minha boca, quero que te venhas dentro de mim."

Disse-lhe: "Sim, como quiseres."

Levou seus lábios de encontro aos meus, nossos corpos enroscaram-se novamente, beijamos apaixonadamente, beijou meu rosto, mordeu minha orelha e sussurrou ao ouvido, muito suavemente: "Chama, chama meu nome como sabes que eu gosto". Então gritei bem alto seu nome: "Carla, Carla, meu amor"

De repente senti uma dor tremenda no rosto e nas partes baixas, ela esbofeteou-me e acertou-me com o joelho, parece que acordei, olhei espantado, grande bronca, porra,  não era a Carla. Ela levantou-se, agarrou nas roupas dela e vestiu-se, não disse nada e foi-se embora. Até hoje nunca mais me falou e assim ficamos. Até tive sorte, olha se tenho gritado o nome da Carla quando estivesse com a minha mulher. Ai, ai.

Amigos, um conselho, mais vale ficar calados, não vá o diabo tece-las. 

Fiquem Bem.

Isto é mesmo uma casadegentedoida.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:09


O 1º Aniversário

por casadegentedoida, em 13.02.09

Boa Noite a Todos!

É com grande alegria que comemoramos o 1º aniversário, já faz um ano de existência o casadegentedoida. Como passou rápido o tempo, parece que foi ontem.

Não pensei de durasse tanto tempo, devo confessar que cheguei a ter algumas duvidas se conseguiria manter o blog durante este tempo.

Por vezes torna-se complicado, queremos escrever e não temos tempo, temos tempo e não temos inspiração, paciência, pachorra, temos ideias e ideias e na hora não sai nada.

As vezes quando sai não era bem aquilo que tínhamos imaginado escrever. Enfim por vezes é frustrante. Mas com jeitinho lá vamos colocando um post hoje, outro depois, outro para a semana, depois dois seguidos.

Gostaria de agradecer a todos aqueles que visitam este blog, anonimamente ou não, espero que possam ficar agradados com o que aqui se escreve (cof, cof, cof), bem ou mal, mas como todos sabem isto é uma casadegentedoida. 

Já devem ter notado algumas ligeiras alterações que comecei hoje (com a ajuda preciosa do meu Genro) e que irão se intensificar dentro de mais uns dias. Espero que venha a ser do agrado de Todos.

Gostaria de deixar aqui um agradecimento especial a uma pessoa, a Nelinha das Neves, que foi a quem pela primeira vez ouvi o nome daquele que viria a ser o nome deste Blog. Nunca deve ter pensado que a frase que ela muitas vezes utilizava seria alguma vez posta a circular neste Mundo da Internet. A ela o meu Muito Obrigado, e desculpa lá qualquer coisinha, se estiveres por aí.

Também gostaria de agradecer ao Meu Amigo Zorze pelas muitas palavras de incentivo para a continuação do casadegentedoida.

Não vamos ser mais lamechas e vamos continuar a ser aquilo que sempre fomos e cada vez mais, iremos continuar e até aumentar a nossa capacidade de intervenção.

Abraços a Todos e Fiquem Bem.

  

 

 

 

Isto é mesmo uma casadegentedoida.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:09


Scolari - O Despedido

por casadegentedoida, em 10.02.09

Foi com alguma pena e nenhuma surpresa que li a noticia do despedimento de Scolari, o Sargentão, o Nosso Filipão.

Foi muita parra e pouca uva, foi sol de pouca dura.

No meu intimo até gostei do que lhe aconteceu, acho que mereceu depois do que fez connosco, ter-nos deixado assim duma maneira tão apressada. Podia muito bem ter esperado que acabasse o Europeu e só depois divulgava a noticia.

Também gostei por causa do Abramovich, convencido que é o maior e que o dinheiro pode tudo afinal bem viu o resultado, o dinheiro pode comprar os melhores jogadores mas não quer dizer que faça uma otima equipa. É preciso que eles gostem de jogar no clube, para o clube e pelo clube, e na maioria dos casos isso não acontecia.

O Scolari é um excelente treinador, temos de lhe dar valor pois levar a nossa Selecção até onde a levou não é qualquer um, mas conseguir fazer aquelas estrelas jogarem em conjunto ai é outra história.

A coordenação,  a táctica, isso eles tinham mas faltava algo mais como o empenho, a garra, sem isso não valiam nada e viu-se nos resultados frente as outras grandes equipas. 

Scolari pisou muitos calos, atravessou-se no caminho de pessoas poderosas, "Sirs" e outros mais, aguentou enquanto pode mas foi traído pelos resultados.

Desta vez Nossa Senhora do Caravagio não o ajudou muito, não se deu bem com o nevoeiro de Londres e o clima de Inglaterra, frio e chuva e ela é mais de frio e tempo seco.

Ele ainda quer ficar em Inglaterra? Hum, pode ser que tenha sorte com uma equipa mais pequena, onde os jogadores se combinem mais, senão volta para o Brasil.

De qualquer maneira fica aqui o meu abraço ao Scolari, que desta vez corra tudo melhor e que tenha melhor sorte na próxima equipa que treinar.

Aqui fica o video que o Abramovich mandou ao Scolari junto com a carta de despedimento?

 

 

Isto é mesmo uma casadegentedoida.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:07


A Crise em Portugal

por casadegentedoida, em 09.02.09

 

Muito se tem falado da crise que afecta o nosso país, das causas e dos causadores, dos que se preocupam e dos que se orientam, enfim a maldita "Crise". Aqui fica um video que me foi indicado por um Amigo de Foz Coa e que é muito expressivo.

Afinal palavras para que, o melhor é mesmo ver.

 

 

Mas como tristezas não pagam dividas aqui vai um para descontrair.

Amigo JÓJÓ este é prá ti.

Será que se chama Carla? Era bom não era?

Isto é mesmo uma casadegentedoida.

 

PS. Fica aqui um agradecimento especial aqueles que fizeram estes videos. Continuem.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:18


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Contador

conter12


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D


Links

Blogs Amigos

Blogs a visitar

Sítios Interessantes





Fazer olhinhos