Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Casa de Gente Doida

Onde Tudo é Nada... E o Nada é Tudo

Casa de Gente Doida

Onde Tudo é Nada... E o Nada é Tudo

NÃO SENTI NADA

casadegentedoida, 26.02.12

Um médico encontra uma médica num congresso. Após a palestra, saem juntos e resolvem jantar. Depois, vão para um hotel e resolvem ficar hospedados no mesmo quarto.
No quarto, prosseguem com as carícias, beijos, exame físico completo e, após a relação, a médica vai para o toillete, começa a lavar-se: esfrega cada falange, metacarpo, antebraço umas cinquenta vezes.

Da cama, o doutor observa e diz:
- Já sei qual é a sua especialidade...!
A médica pergunta:
- Qual é ?
- Você é cirurgiã...!
- Muito bem, como descobriu...?
- Pelo jeito como se lava.
- Também descobri a sua especialidade ...
- O médico, assustado, diz:
- Impossível ... ! Não me levantei da cama, nem me lavei ...!
- Você é anestesista ...!
- Surpreso, o médico pergunta:
- Como descobriu...?
- Pelo jeito que você faz sexo: não senti nada ...! ! !

(autor desconhecido)

 

Esta anedota faz-me lembrar uma das vezes em que fui a uma consulta médica e foi-me receitado uma batelada de medicamentos.

Andei mais de uma semana a tomá-los. Sem resultado nenhum voltei ao médico e transmiti-lhe o meu desagrado sobre a situação.

Diz-me ele ao fim de algum tempo de silêncio: "Pois, se calhar não são os mais indicados, vamos experimentar outros."

Mais uma carrada de medicamentos. Senti algumas melhoras mas nada de especial. Voltei ao médico e diz-me ele assim:

"Bom, o melhor será marcar uma consulta com um especialista, pois eu sou Clínico Geral." 

Não teria sido melhor, logo na altura, ele ter dito isso? Depois dos medicamentos todos que comprei?

O especialista mandou-me parar com os medicamentos todos e apenas receitou um, e logo comecei a sentir melhoras.

Conclusão: com o primeiro médico a única coisa que senti foi o bolso mais vazio.

 

Isto é mesmo uma casadegentedoida.