Onde Tudo é Nada... E o Nada é Tudo

Domingo, 23 de Setembro de 2012
O QUE É O AMOR?

O que é o amor?
  
 
 O amor não é aquilo que  ilumina o seu caminho.
 O  nome disso é candeeiro.
  
 O amor não é aquilo que  supera barreiras.
 O nome  disso é "golo" na marcação de um  livre.
  
 O amor não é aquilo que  faz coisas que até Deus duvida.
 O nome disso é Lady  gaga.
 
 O amor não é  aquilo que traça o seu destino.
 O nome disso é  GPS.
  
 O amor não é aquilo que te dá forças para superar os obstáculos.
 O nome disso é tração às quatro  rodas.
  
 O amor não é aquilo que mostra o que realmente existe dentro de você.
 O nome disso é  endoscopia.
  
 O  amor não é aquilo que atrai os opostos.
 O nome disso é  íman.
  
 O amor não é aquilo que dura para sempre.
 O nome disso é Manuel de Oliveira.
  
 O  amor não é aquilo que surge do nada e em pouco tempo está mandando em você.
 O nome disso é:  político (tipo José Sócrates ou Miguel Relvas ).
  
 O  amor não é aquilo que te deixa sem fôlego.
 O nome disso é  asma.
  
 O  amor não é aquilo que não te deixa ver as coisas como elas são.
 O nome disso é  miopia.
 
 O  amor não é aquilo que faz os feios ficarem pessoas  maravilhosas.
 O nome disso é  dinheiro.
  
 O  amor não é aquilo que o homem faz na cama e deixa a mulher  louca.
 O nome disso é  esquecer a toalha molhada.
  
 O amor não é aquilo que  toca as pessoas lá no fundo.
 O nome disso é exame de  próstata.
  
 O  amor não é aquilo que faz a gente dizer coisas de que depois se  arrepende.
 O nome disso é  whisky ou gin ou vodka.
 

 O  amor não é aquilo que faz você passar horas ao telefone.
 O nome disso é promoção da ZON ou da  MEO ...
  
 O  amor não é aquilo que te deixa com água na boca.
 O nome disso é copo de  água.
  
 Amor não é aquilo por que  você reza para que não acabe.
 O nome disso é  férias.
  
 O amor não é  aquilo que entra na sua vida e muda tudo de lugar.
 O nome disso é empregada  nova.
 
 O amor não é aquilo que te deixa meio pateta,  rindo à toa.
 O nome disso é  excesso de álcool.
 
 O amor não é aquilo que se cola em você mas quando vai embora arranca lágrimas.
 O nome disso é cera  quente.
 
 Aprendeu ?



publicado por casadegentedoida às 15:59
link do post | comentar | favorito

Domingo, 21 de Fevereiro de 2010
Cinco Regras

Cinco regras para um homem ser feliz:

1. É importante que tenha uma mulher que o ajude na casa, que cozinhe, que
limpe e que tenha um trabalho fora para ajudar nas despesas;

2. É importante que tenha uma mulher com sentido do humor e que o faça rir.

3. É importante que tenha uma mulher na qual confie e que não minta.

4. É importante que tenha uma mulher que seja boa na cama e que goste de
estar consigo.

.

.

.

.

5. É MUITO, MUITO, MUITO, MUITO importante que essas quatro mulheres não se conheçam.

 Isto é mesmo uma casadegentedoida.


sinto-me:

publicado por casadegentedoida às 22:33
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Terça-feira, 14 de Julho de 2009
Esperar

 

Um dia fartei-me de esperar, cansei-me, arrumei as minhas coisas e fui embora. Não disse palavra alguma, à nada ou a ninguém. Os parcos haveres que tinha couberam numa mala de mão, a grande angústia que sentia aumentou desmesuradamente a cada passo que dava em direcção a saída.
Nunca compreendeste os meus desejos ou não quiseste compreender. Sempre fugiste ao assunto, duma maneira ou de outra, passaste sempre ao lado. Usaste-me, aproveitaste-te de mim, nunca tiveste intenção de dar nada em troca, apenas querias receber sem nunca retribuir, álias o que sempre soubeste fazer bem.
Mas cansei-me. Hoje se quiseres podes continuar a ser como és, mas não esperes mais de mim, a partir de hoje não há mais nada, faz como quiseres e com quem quiseres. A partir de hoje toda a esperança desvaneceu-se, todo o sonho desfez-se, todo o nevoeiro que nos envolvia dissipou-se, pondo a mostra a dura realidade.
Quando um dia quiseres pode ser que eu já lá não esteja a tua espera para te fazer as vontades, para suprir as tuas necessidades materiais, pois esqueceste das minhas necessidades, não materiais mas emocionais.
Se calhar até nem compreendes o que estou a dizer, talvez não alcançes o sentido destas palavras, se calhar passam-te ao lado mais depressa que o ar que respiras. É pena, realmente é pena, mas assim é, tu segues numa direcção e eu noutra.
 Como diz um amigo: "É a Vida, esta maldita Vida"
Adeus.
(autor desconhecido)
 

sinto-me:

publicado por casadegentedoida às 01:40
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Janeiro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
18
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


posts recentes

O QUE É O AMOR?

Cinco Regras

Esperar

links
arquivos

Janeiro 2018

Dezembro 2016

Novembro 2016

Agosto 2016

Maio 2016

Abril 2016

Janeiro 2016

Julho 2015

Maio 2015

Março 2015

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Julho 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Setembro 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Junho 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

tags

todas as tags

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds