Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Casa de Gente Doida

Onde Tudo é Nada... E o Nada é Tudo

Casa de Gente Doida

Onde Tudo é Nada... E o Nada é Tudo

35 HORAS

casadegentedoida, 30.07.09

Os funcionários públicos portugueses são os que trabalham menos na União Europeia (35 horas), revela um estudo do Eurofund, divulgado pelo "Jornal de Negócios."  

 

A falta de produtividade nacional já não é novidade, mas será pelo tempo de trabalho? Segundo um estudo do Eurofund, Portugal e França têm os funcionários do Estado que trabalham menos horas por semana na União Europeia. Em 2008, estes funcionários trabalharam em média 35 horas, enquanto no resto da região a média foi de 38,3 horas semanais, mostra o estudo, citado pelo "Jornal de Negócios."

Em Portugal, o tempo de trabalho na Função Pública fixa-se em 35 horas semanais, segundo a lei, mas desde a entrada em vigor do Contrato de Trabalho em Funções Públicas há a hipótese de alargar o horário, mediante o acordo dos sindicatos e o respeito de determinados limites.

Áustria, Luxemburgo e Suécia estão entre os países onde os funcionários públicos trabalham mais, registando uma média 40 horas semanais. Por seu turno, no fim da tabela, a seguir a Portugal e França, surge a Holanda e a Itália, com 36 horas por semana.

(Fonte: Expresso 29/07/2009)

 

Foi com grande admiração que ouvi a primeira vez esta notícia, na rádio. Será que estava ouvindo bem? Até aumentei o volume para ouvir melhor e desatei as gargalhadas. 

Como é que eles chegaram a essas conclusões? É um mistério.

Depois comecei a indagar: como é que calcularam as 35 horas?

Devem ter feito, se calhar, assim: 5 dias vezes 7 horas por dia=35horas.

Então eles não almoçam? (conta como trabalho); aqueles 15 min. de manhã p/ o café? aqueles 15 min. à tarde p/ o café? as idas a casa de banho para retocar a maquilhagem ou coçar os tomates? (tambem contam como trabalho).

Será que as idas ao Banco para tratar de assuntos pessoais tambem contam como trabalho? Será que a ida ao mercado municipal comprar fruta ou peixe ou hotaliças, dvd's piratas tambem contam? Será que levar os putos a natação, ou a ginástica ou ao futebol tambem conta como trabalho?

Será que as idas ao massagista (aos pares) tambem conta como trabalho?  

O chegar tarde porque a queca da manhã demorou mais que o previsto tambem conta?

Voces devem estar a pensar: "Este gajo tá a inventar".

Não meus amigos, não estou não, é a dura realidade da vida dum funcionário publico.

Noutro dia, durante uma conversa com a "D. Emilia" (que se queixava de ter muito trabalho) mandei-lhe a indirecta dela andar as compras no Pingo Doce durante a parte da manhã. Sabem qual foi a resposta dela: "Parvo é aquele que não aproveita a vinda a rua para tratar dos seus assuntos pessoais". "A hora de saída é sagrada e é para ir para casa tratar da família". Ora toma!

Pelos vistos os senhores do Eurofund não andam a fazer bem as contas, esqueceram-se de dizer que são poucos os que cumprem as 35 horas de trabalho, para o resto são 35 horas virtuais, pois virtualmente não as cumprem todas.

São poucos os que ficam depois da hora para recuperar serviço atrasado ou acabar o serviço que receberam durante o dia.

Como podemos querer que isto vá para a frente? que os tribunais despachem os processos? que não haja filas nas repartições ou nos bancos?

Com este tipo de mentalidades, com este tipo de atitudes é dificil que os funcionarios puiblicos sejam reconhecidos como pessoas capazes e produtivas.

Assim para que não haja trabalho em atraso para eles resolvi ajuda-los. Entrego o meu IRS pela internet; pago o antigo selo do carro pela internet, pago agua e luz, seguro automovel, tv cabo por debito directo, corto o mato ao lado da minha casa (o terreno até nem é meu), marco consultas para o centro de saude pela internet, não coloco processsos a ninguem para não entupir os tribunais (50% dos processos que lá andam é tudo parvoices), enfim quanto menos lido com eles, melhor. Para Todos.

Fiquem Bem e Abraços.

Isto é mesmo uma casadegentedoida.