Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Casa de Gente Doida

Onde Tudo é Nada... E o Nada é Tudo

Casa de Gente Doida

Onde Tudo é Nada... E o Nada é Tudo

100

casadegentedoida, 15.10.09

Hoje é o Post nº. 100, um número que não pensava alcançar tão cedo. Por certo que já o poderia ter alcançado antes se mantivesse um ritmo de escrita com alguma regularidade, mas por razões várias isso não em sido possível. Umas vezes não apetece, outras vezes há outras coisas a fazer, há visitas, há a Família que precisa da nossa atenção. Mas o que é certo é que não tenho tido pachorra e então com esta coisa das eleições muito menos ainda. Ainda bem que já acabaram, já estava farto de tanta propaganda política.

Ao fim e ao cabo virou-se o disco e ficou tudo na mesma como a  lesma. Cada um canta vitória a sua maneira, as alterações foram poucas e significativas só em alguns lados.

Por cá ficou tudo igual, a Câmara é a mesma, a Junta é a mesma, a única novidade foi o Tino que, dizem os especialistas que fez uma campanha da treta pois não tinha nenhum projecto ou nenhum plano de governo (sei lá como lhe chamam), e acabou ficando a frente do BE e da CDU. Eternos candidatos falhados já batidos no assunto conseguiram o feito de serem ultrapassados em número de votos por um candidato ao qual ninguém dava nada por ele. Festa fez muita, levou muita gente aos comícios (foi tanta a curiosidade, aquilo estava sempre cheio), muita música, confetes e serpentinas, mais parecia o Guterres quando ganhou as ultimas eleições.

O nosso Presidente também não trouxe nada de novo, falou falou e não disse nada. Escutas aqui, escutas acolá, ninguem foi acusado, não se deve atirar pedras quando se tem telhados de vidro ou se tem o Dias Loureiro como Conselheiro de Estado (tinha, pois fez a obrigação de ir embora). Se quiser ganhar as próximas eleições tem de se manter caladinho e engolir alguns sapos,  depois pode estrebuchar a vontade. Até lá nem um pio.

O Valentim lá ganhou novamente e o Isaltino também (parece-me que se havendo corrupção esta funcionou bem), a Fátima foi escurraçada (nem devia ter sido autorizada a concorrer e o Isaltino também), o Carlos conseguiu ganhar o último mandato na Junta e o Santos mais um na Câmara, grande dupla, e os outros todos os seguiram.

Enfim, agora vamos descansar durante quatro anos, a luta será outra.Abraços a Todos.

Já agora, Parabéns a nossa Seleção pela vitória de hoje contra Malta.

Férias ou Campanha?

casadegentedoida, 21.09.09

 

Férias ou Campanha? Decididamente optei pelas férias, e longe. Há que descansar da labuta diária, da clientela mal-encarada, por vezes enfadonha, sempre a fazer as mesmas perguntas todas as vezes que lá vão. Televisão para eles(as) deve ser só para ver telenovelas, ou aqueles programas culturais das manhãs e das tardes tipo: Praça da Alegria, Vida Nova, As Tardes da Júlia, aquele novo na SIC de manhã que não me recordo agora do nome, o programa do Goucha na TVI. Enfim, uma parafernália de programas que, pelo menos para mim, não trazem nada de produtivo para o espectador. Lançam umas migalhas duns sorteios e rodas e tal, e depois é tu a largar os euros nas chamadas de valor acrescentado. Produtivos eles são, mas é em dinheiro que lhes entra no bolso sem muito esforço. Mas voltemos ao tema, Campanha nem pensar. Agora ia abdicar do meu descanso anual, deixar de ver e rever os familiares que só vemos na altura das festas, pintar a minha casinha na terra, para estar a acompanhar uma serie de marmanjos a fazer arruadas por aí? Abdicar das minhas férias onde trabalho para mim e ir trabalhar para os outros encherem os bolsos? É que nem pensar. Quando eles foram para o Algarve nunca se lembraram de mim, nunca perguntaram se eu queria ir, ou se precisava duma casa ou dum apartamento para passar umas férias noutro sitio qualquer, nenhum deles e ainda querem que vá participar(trabalhar) nas festas ou nos eventos, tirar finos ou imperiais ou vinho verde à pressão, vender bifanas no pão e cachorros e hamburguês. Não, não estou para isso. Já não lhes chegam os donativos? e pelo que ouvi dizer não são nada pequenos esses donativos.
Assim fiquei-me pelas férias, este ano não faço campanha por ninguém, já tenho um candidato escolhido já há muito tempo desde que apresentou a sua candidatura como independente, é conhecido de todos, já deu provas do seu trabalho, da sua dedicação ao povo que o elegeu, não tem medo de arregaçar as mangas e trabalhar no pesado.
Aqui fica a imagem do candidato que até o momento já tem o meu voto.
Saudações a Todos.

 

 

publicado em simultaneo em: http://factorc1.blogspot.com/